Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Goodstuff
Mensagens : 712
Data de inscrição : 06/03/2016
Idade : 41
Localização : Lisboa

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qua 22 Fev 2017, 17:24
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Boa definição, sem duvida a mais correcta.
Aplicando á minha colecção, começo a perceber que tenho bastantes relógios.......... antigos. hehehehehe.
Acho que vintage só devo de ter 1, pois a bom rigor foi o único que tive ofertas de compra. Tenho que o usar mais vezes para o colocar no relógio do dia.
avatar
Goodstuff
Mensagens : 712
Data de inscrição : 06/03/2016
Idade : 41
Localização : Lisboa

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qua 22 Fev 2017, 17:26
@m84 escreveu:

Boa resposta altc! Smile
Concordo com basicamente tudo, e penso que o termo vintage no geral tem tendencia a ser usado com alguma leviandade, quando na realidade não é só a idade que é determinante, mas sim os outros aspectos mencionados que são um pouco mais profundos e exigem mais conhecimento de causa.

Entretanto, sou só eu ou há aqui uma semelhança em relação ao universo dos vinhos, por exemplo? drunken

é isso mesmo...... o termo vintage agora dá para tudo.....até para a barba, hehehehe.
Está a ser mal empregue em tudo o que é velho, só para poderem incrementar mais uns euros.......
avatar
lucatorelli
Mensagens : 324
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 44
Localização : idanha a nova

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qua 22 Fev 2017, 23:36
é as modas
ate em tralha nova se usa esse termo para quando o desenho do mono usa a ideia vinda de um produto de antanho nem sempre com os melhores resultados mas as vezes bem conseguido como foi o caso do philips fidelia no caso do audio
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 23 Fev 2017, 09:42
Bom...
tenho alguns relógios antigos e não sei se terei algum vintage ou se alguma vez terei um .
Resta-me continuar a procurar e, até lá, ter os relógios de que gosto; afinal de contas uma colecção também se faz por «puro prazer».....
Obrigado altc
avatar
Pedro Pereira
Mensagens : 412
Data de inscrição : 04/11/2016
Idade : 47

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 23 Fev 2017, 23:55
Boas Very Happy

Também é um assunto que me interessa muito. tenho de acompanhar este tópico.

Mas já muito e bom se disse aqui Very Happy

Tenho a sorte de ter os meus dois Cauny's de miúdo e sinceramente,na parte estética do relógio,não é minha intenção mexer em nada. Todas as "cacetadas" impressas na caixa do meu Cauny Submarine,fazem parte da história do relógio e são para ser respeitadas. A patine do mostrador e ponteiros também...
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Sex 24 Fev 2017, 10:12
É isso...cacetadas são História. Laughing
avatar
m84
Mensagens : 1481
Data de inscrição : 07/04/2015

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Seg 27 Fev 2017, 09:19
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Já agora, deixo aqui (mais um!) video diretamente da Omega, que mostra o processo completo de  manutenção dos seu relógios. Neste caso, e a propósito, um Speedmaster.
Como complemento ao que foi dito pelo altc, de notar o estado em que volta: praticamente novo. Para quem gosta tudo bem. Já para quem não, uma surpresa impossível de se voltar a trás.



Mais info em:
https://www.omegawatches.com/customer-service/servicing-my-omega/
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Seg 27 Fev 2017, 09:23
« Como complemento ao que foi dito pelo altc, de notar o estado em que volta: praticamente novo. Para quem gosta tudo bem. Já para quem não, uma surpresa impossível de se voltar a trás.»

Pois é..... Embarassed
avatar
m84
Mensagens : 1481
Data de inscrição : 07/04/2015

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qua 01 Mar 2017, 13:54
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Entretanto a Gear Patrol tinha este artigo onde mete 3 relógios icónicos ao lado das suas vertentes atuais.

Breitling Navitimer:


Omega Speedmaster:


Rolex Submariner:


Talvez para olhos menos 'treinados', o que tem menos diferenças será o Speedmaster. Mas no artigo há mais fotos e informação de cada um. Smile

Mais info: http://gearpatrol.com/2016/12/06/iconic-watches-and-their-modern-counterparts
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 09 Mar 2017, 12:00
Viva
Tenho andado a vasculhar as imagens de um tópico dos «vintage» num fórum estrangeiro e a ideia com que fico é que, por lá, dão mais valor a marcas não de top ( Omega, Rolex, Longines....) do que por cá. Quer-me parecer que dão mais valor ao antigo ( e bem conservado) do que à marca em si mesma. Tenho visto relógios de marcas que nunca por cá vi...e que não me parecem ser referência no panorama mundial.
Mondia, por exemplo....
altc
Mensagens : 257
Data de inscrição : 01/08/2016

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 09 Mar 2017, 12:15
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)

Salvo raras excepções (o calibre Chezard 115 p.ex. que, tanto quanto sei, só equipou marcas de segunda linha) a marca tem um valor por si mesma e, ceteris paribus, umas marcas valem mais que outras. Um exemplo um Tissot calibre 28.9 valerá à volta de 2k, um Omega com o mesmo calibre e nas mesmas condições vale, facilmente, 5k. Na realidade os relógios são iguais, nos anos 30/40, a empresa era a mesma e até foram durante algum tempo comercializados relógios marcados como Omega Tissot.

Outro exemplo: a Zenith não pode comercializar o El Primero nos EUA porque existia por lá uma marca de electrodomésticos com o mesmo nome e comercializou-os sob a marca Movado. Sendo relógios iguais que só assumiram designações diferentes devido a questões legais, compare-se o valor de um Zenith e de um Movado nas mesmas condições.

Por isso não posso concordar que a marca não acrescente valor.

Mondia é uma marca bastante conhecida, e do pouco que sei sobre ela, era uma espécie de Zenith low cost

avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 09 Mar 2017, 12:26
Provavelmente expressei-me mal....
Eu não quis dizer que a marca não acrescente valor....
O que eu noto é que aquela malta mostra os seus relógios de coleção.....muitos deles de marcas que não de top.
Ou seja, não coleccionam só marcas de top. O porquê lá eles saberão.
Mondia é um exemplo....mas há mais, nomeadamente «relíquias» dos anos 70 como os Timex, por exemplo.
altc
Mensagens : 257
Data de inscrição : 01/08/2016

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 09 Mar 2017, 12:36
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)

Ou eu é que entendi mal...

Claro que todos são coleccionáveis e todos são respeitáveis, haverá quem se especialize numa marca, numa época, numa complicação, num material (conheço um indivíduo que colecciona relógios de paládio), etc ou não se especialize de todo e vá comprando o que gosta e lhe apetece.

Tudo é aceitável e, igualmente respeitável, a paixão por isto dos relógios não tem nada a ver com o dinheiro que se gasta em cada peça mas o gosto com que se gasta (pouco ou muito) e o esforço feito em ir melhorando quer a colecção quer o conhecimento
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Qui 09 Mar 2017, 12:49
« Tudo é aceitável e, igualmente respeitável, a paixão por isto dos relógios não tem nada a ver com o dinheiro que se gasta em cada peça mas o gosto com que se gasta (pouco ou muito) e o esforço feito em ir melhorando quer a colecção quer o conhecimento »

Absolutamente de acordo!
avatar
alfaman1979
Mensagens : 32
Data de inscrição : 29/05/2017

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Seg 29 Maio 2017, 17:00
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
Então se me é permitido opinar, ainda que com algum atraso, aqui fica a minha visão da temática.

Eu quando compro relógios antigos (vamos deixar o "vintage" de lado para não misturar) preocupo-me sempre em tentar comprar o exemplar o mais original possível. Especialmente o mostrador. Desde logo pois geralmente é o mais complicado de restaurar (seja em termos monetários, seja em rigor do trabalho) e porque efectivamente, por melhor que seja o profissional, um mostrador original é sempre outra coisa.

Com isto não quero dizer que sou fâ de "patina" como a malta gosta de chamar à coisa. Pelo contrário, incomoda-me especialmente mostradores muito envelhecidos e com muitos sinais da idade. Assim, prefiro comprar peças que neste departamento estejam o melhor possível. Quando estão muito maus para o meu gosto, ou deixo-me estar quieto ou mando restaurar.

Já sei que para os puristas, um restauro de um mostrador desvaloriza. Todavia eu compro relógios para uso pessoal e não para coleccionar e ou vender mais tarde (salvo raras excepções em que compro mais do que um para conseguir um valor melhor para o que realmente pretendo). Assim se o seu valor de mercado ficar mais reduzido, pouco ou nada me interessa.

O mesmo se diga das caixas. Também sei que polir desvaloriza. O problema é que eu não gosto de usar relógios "muito batidos". Não se trata de ter vergonha, mas simplesmente de não me agradar ao olho. E como, repita-se, uso relógios antigos por prazer, apenas a mim tenho que agradar.

Assim, a gastar o dinheiro, procuro comprar o mais original possível de forma a ter que levar apenas uma revisão mecânica e eventualmente um toque na estética (o dito polimento). Neste momento, só se gostar muito da peça (ou for algo com valor sentimental) é que admito comprar para depois mandar restaurar o mostrador.

Claro que eu respeito a malta que já não pensa assim e que compra e manda restaurar tudo. Também gosto bastante desse tipo de trabalhos, desde que feitos com rigor.

Resumindo e concluindo, como em tudo na vida, "cada doido com a sua mania" e o que realmente interessa é o prazer que este tipo de peças dá ao seu dono. Sejam totalmente originais, em bom estado, em mau estado ou completamente refeitas.
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Ter 30 Maio 2017, 12:31
alfaman1979...assino por baixo este teu post, mas....
....porque me dá especial prazer «do velho fazer novo», eu tenho restaurado alguns relógios em muito mau estado e o trabalho final tem ficado brilhante ( a opinião não é só minha).
No entanto, com os comentários que tenho recebido, estou agora melhor observador e consigo ver alguns desvios do modelo original....coisa que até há bem pouco tempo me passava despercebido.
Quer isto dizer que, de agora em diante serei mais criterioso nas aquisições, nas decisões de restaurar e no grau de exigência/fidelidade que pretendo com o restauro, nomeadamente ao nível dos mostradores.
avatar
André Afonso
Mensagens : 150
Data de inscrição : 06/10/2017

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Sex 06 Out 2017, 18:05
Olá a todos, sou novo por estas bandas e nesta questão em particular identifico-me muito com o que o alfaman1979 disse, mas há aqui uma coisa que me está a escapar, o problema da restauração de um relógio antigo prende-se com o tipo de restauro ou com qualquer restauro possível? Já vi cá no fórum restauros magníficos em que os relógios ficam lindos e todos os comentários são positivos, eu inclusive depois de ver esses restauros fiquei com vontade de restaurar um par de relógios que tenho, mas agora fico na dúvida, é assim tão mau restaurar por exemplo uma caixa que está terrível? É mau mesmo que seja um destes mestres que já vi aqui e que todos falam bem ou o perigo é ter um cromo qualquer a fazer o trabalho?
avatar
Sansoni7
Mensagens : 2614
Data de inscrição : 08/02/2017
Localização : Porto

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Sex 06 Out 2017, 22:01
Se é para uso pessoal, faz como entenderes. Se é para coleccionar quanto mais original....melhor.
altc
Mensagens : 257
Data de inscrição : 01/08/2016

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Seg 09 Out 2017, 10:35
André, falas em restaurar a caixa. Bem, neste caso, e eu sou um adepto do não mexer, depende do material da caixa.

Se for em plaquet ou cromado, não vejo grande problema em dar-lhe um novo banho porque uma caixa a descascar fica horrível (na minha opinião).

Se a caixa for em aço ou ouro, nesse caso, sou totalmente contra mexer porque o que o polimento (neste caso já não há banhos) vai fazer é destruir quer as arestas da caixa quer o acabamento original.

É possível restaurar caixas em aço ou ouro, tentando manter quer a forma original quer o acabamento mas, primeiro, não conheço ninguém em Portugal que faça isso satisfatoriamente (se alguém conhece que me diga e me mostre exemplos) e depois fica caro e na maior parte dos relógios não compensa. De qualquer forma, e seja quem for a fazer o trabalho, há sempre material (metal) que se perde e que não volta.
avatar
André Afonso
Mensagens : 150
Data de inscrição : 06/10/2017

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

em Seg 09 Out 2017, 11:58
Então pensamos de forma parecida afinal... se for uma caixa de aço eu pessoalmente também não mexo, limpo o aço e uso mesmo assim, não me importo de ter lá algumas marcas porque afinal são relógios com 30 ou 40 anos. Agora se for um dourado todo a descascar já não me vejo a usar o relógio, já é diferente se for só uma tonalidade dourada esbatida, aí ainda passa. Mas lá está eu não colecciono como "investimento", apenas tenho porque gosto e quero usa-los todos Very Happy
Conteúdo patrocinado

Re: Restaurar....um relógio vintage; como...e porquê?

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum